Categorias
Empregos

Como encontrar as melhores oportunidades de trabalho

A busca por emprego vem sendo um grande desafio para mais de 10 milhões de brasileiros que ficaram desempregados no último ano. Todos precisam muito de uma oportunidade, mas se deparam com a redução do número de vagas e com a queda drástica dos salários.

Enquanto há dados que indicam que o desemprego tende a seguir crescendo e que só sejam percebidas mudanças reais a partir de 2018, ainda assim não se deve perder as esperanças, pois mesmo diante da crise, ainda existem oportunidades e setores que buscam contratar profissionais.

Oportunidades de trabalho em 2016

Oportunidades de trabalho em 2016

Mesmo com a escassez de vagas, ainda há oportunidades disponíveis e áreas que tendem a se destacar ainda este ano. Se você gostaria de saber as reais chances da sua área de atuação ou então encontrar uma oportunidade melhor para se recolocar, fique atento à pequena lista que separamos com os setores com as melhores oportunidades de trabalho para este ano.

Gestor de compliance/riscos/auditoria – profissional que faz o diagnóstico, de riscos e garante transparência em processos da empresa, conforme as leis e políticas corporativas vigentes ajudando assim na redução de risco e fraude, sem burocratizar demais os processos.

Analistas/Gerentes de crédito e risco – Responsável por monitorar a saúde financeira de uma empresa, auxilando na tomada de decisão sobre a concessão ou não de crédito direto para financia investimentos. Para este cargo adaptam-se profissionais graduados em administração, economia, direito ou contabilidade.

Profissional de planejamento tributário – Responsável por todo planejamento tributário, identificando oportunidades e reduzindo riscos e gastos excessivos e desnecessários. Para este cargo é preciso ter formação na área jurídica ou especialização em direito tributário.

Gestor administrativo/financeiro – Este profissional lidera todo o departamento financeiro e administrativo de empresas de pequeno ou médio portes. Este cargo pode ser ocupado por profissionais com formação em contabilidade, , administração, economia ou engenharia.

Diretor de operação de empresa de serviço – Profissional que gerencia grandes equipes com foco em produtividade. É preciso possuir capacidade de liderança e habilidades para gestão de pessoas e acompanhamento analítico de indicadores de performance.

Gerente e diretor de desenvolvimento de negócios –  Profissional que ficará responsável por fazer a prospecção de novos negócios, desenhando soluções para clientes e elaborando orçamentos. Podem se enquadrar neste perfil graduados em engenhara, economia ou administração.

Profissional de cobrança – Profissional que trabalhará na área financeira, garantindo o pagamento das contas a receber. Para este cargo é preciso ser uma pessoa flexível e ter habilidades para negociação e comunicação.

Gerentes de recursos humanos – Responsáveis por ações de seleção de pessoal, recrutamento, capacitação de equipes, retenção de profissionais e pela inserção de novos funcionários na cultura das empresas. Podem ter formação em psicologia, gestão de recursos humanos e administração.

Desenvolvedor de aplicativos para smartphones – Programa, codifica e testa softwares e aplicativos nas plataformas móveis (Android e/ou iOS). Executa a manutenção dos sistemas, fazendo eventuais correções, visando atender às necessidades dos usuários. Também faz trabalhos de montagem, depuração e testes de programas, executando serviços de manutenção nos programas já desenvolvidos, diz Marília Filippetti, consultora da Kelly Brasil.

Categorias
Ideias de negócios

Como montar uma Agência de Empregos Online – Passo a Passo

Saiba como montar uma Agência online de Empregos online lucrativa gastando pouco e sem cometer erros. Ganhe muito dinheiro com agenciamento de empregos via internet, Aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

FICHA TÉCNICA
Setor da economia: Terciário
Ramo de atividade: Prestação de Serviços
Tipo de negócio: Agenciamento de empregos via Internet

Agência online de empregos online

Mercado

Com o aumento do desemprego as pessoas estão buscando empresas que possam direcionar seus currículos e ajudá-los na busca de emprego e/ou recolocação profissional. É aí que se firma a existência das agências de empregos virtuais. Usando a internet como ferramenta, elas oferecem serviços de cadastramento de currículos e, através de um sistema informatizado, realizam o cruzamento das informações entre os que buscam e os que oferecem o emprego.

No começo, a área de atuação era reduzida a grandes centros como Rio e São Paulo mas, agora, as chamadas agências virtuais de emprego, estão se espalhando por todo país.

Quem pretende atuar nesse ramo, deve definir em que nível vai atuar, se será por região, país, etc, para que se possa ter condições de fazer um monitoramento das informações. É necessário também a contratação de uma empresa para a criação de um sistema de acordo com os tipos de serviços que se proponha a oferecer, além é claro de dar o suporte e acompanhando o funcionamento do sistema.

Estrutura

O espaço físico deve ser o suficiente para abrigar os equipamentos, neste caso uma área de 35m² é o suficiente.

Equipamentos

Os equipamentos básicos, são os equipamentos de informática (hardware e software), além dos móveis e equipamentos do escritório. Exemplos:

  • Computadores (versão atualizada);
  • Scanner´s , Impressoras e etc;
  • Software ( Corel Draw, Microsoft Front Page, Flash, Cut FTP, Dream Weaver, Fireworks e etc);
  • Móveis de escritório, telefones.

Serviço

Criar um cadastro de currículos on-line, para que as empresas possam consultar currículos com diversos perfis diferenciados e também para profissionais em busca de emprego ou recolocação profissional.

Outros serviços

A diversificação nos tipos de serviços oferecidos é de fundamental importância para o sucesso do empreendimento, tais como:

  • Pesquisas no mercado a melhor colocação para o candidato;
  • Caçar os executivo, por solicitação do empresário contratante, dentro de características previamente estabelecidas;
  • Recrutar no mercado e disponibilizar para as empresas no site na Internet os talentos profissionais, detalhando o histórico profissional do candidato para que estas consultem o site e solicitem-nos aqueles que atendam aos requisitos;
  • Assessoria ao Profissional: Serviço complementar à Internet, buscando o emprego para o candidato, indo às empresas apresentando os melhores profissionais de cada área;
  • Recolocação do profissional: Serviço que tanto pode ser contratado por pessoa física quanto jurídica.

Clientes

Aqueles que procuram por uma nova oportunidade de emprego ou empregadores que estão em busca de profissionais para a sua empresa.

O processo de trabalho

O cliente preenche um formulário e monta seu currículo, que fica hospedado no site por um período determinado (que varia de 30 dias a um ano).

Estrutura do site

Em geral, os sites das agências de emprego virtuais seguem uma estruturação básica, tendo as seguintes seções:

  • Pesquisar Profissionais;
  • Cadastrar Currículo;
  • Cadastrar Vagas;
  • Pesquisar Vagas;
  • Atualizar Currículo;
  • Excluir Currículo, e Outros.

Lembrando que essas seções serão definidas de acordo com as áreas de atuação definidas pela empresa.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.

Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Torna-se necessário o conhecimento por parte do empreendedor de algumas legislações que regem atividades ligadas a informática, tais como:

  • Lei de Programa de computador nº 9.609/98. Promulgada em 19/02/98, substitui a Lei 7646/87, entrou em vigor na data de sua publicação,dando liberdade de produção e comercialização de softwares de fabricação nacional ou estrangeira;
  • Lei de direitos autorais nº 9.610/98. Substitui a Lei 5988/73, entra em vigor 120 dias após sua publicação; foi promulgada em 19 de fevereiro de 1998. , assegurou a integral proteção dos direitos dos seus autores e estabeleceu penas rigorosas a quem viole esses direitos. Assim, piratear programas de computador se tornou crime, passível de pena de seis meses a dois anos de prisão;
  • Lei de informática nº 10.176/2001. Altera a Lei nº 8.248, de 23 de outubro de 1991, a Lei nº 8.387, de 30 de dezembro de 1991, e o Decreto-Lei nº 288, de 28 de fevereiro de 1967, dispondo sobre a capacitação e competitividade do setor de tecnologia da informação.

Entidades

MCT – Mistério de Ciência e Tecnologia: http//www.brazil.guide.com.br

ABES – Associação Brasileira das Empresas de Software: http://www.abes.org.br

FAPESP – Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo: http://www.fapesp.br

Registro de domínio: http://www.registro.br
Política Nacional de Informática: http//www.jusbrasil.com.br

Agências de empregos virtuais

  • Catho Empregos Virtuais:http://www.catho.com.br
  • Vagas Virtuais Niteroi: http://www.indeed.com.br
  • Agencia de Empregos Manager:http://www.manager.com.br‎
  • Emprega Brasil: https://www.empregabrasil.com.br

 

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Minnistério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário,

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Categorias
Empregos

Seguro Desemprego

Previsto em lei desde a década de 1990, o Seguro Desemprego está entre os direitos mais importantes para o trabalhador brasileiro, já que é um benefício voltado para funcionários que foram demitidos sem justa causa.

De forma geral, trata-se de uma assistência financeira temporária com duração máxima de 5 meses. O seguro desemprego pode ser solicitado por trabalhador formal, doméstico, pescadores formais durante o período do defeso e trabalhadores resgatados de condições próximas à escravidão.

É possível solicitar o seguro nos postos credenciados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), nas Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTE), no Sistema Nacional de Emprego (SINE), nas agências da Caixa Econômica Federal ou através do site dessas instituições.

Através da internet também é possível agendar e consultar o seguro desemprego, entre outros serviços. No entanto, muitas pessoas ainda ficam em dúvida sobre como fazer isso.

Há alguns anos tudo precisava ser feito presencialmente, porém hoje é possível ter todas as informações do seguro desemprego sem precisar sair de casa.

Quer saber tudo sobre como solicitar, agendar e consultar o seguro desemprego online? Então, fique de olho nas dicas e informações que temos para você nesse post! Veja abaixo:

Agendamento seguro desemprego

Atualmente, o agendamento do seguro desemprego deve ser realizado exclusivamente através da internet. Para fazer isso, portanto, você deve ir até o site do MTE (saa.mte.gov.br), selecionar o seu estado, o seu município, o tipo de atendimento que deseja (Entrada no Seguro Desemprego) e informar o código de segurança fornecido pelo sistema.

Você terá diversas opções de data e horário e, portanto, você deve selecionar o dia e a hora em que deseja ser atendido para levar os documentos referentes ao seguro.

Consulta seguro desemprego

Para consultar a habilitação do seu seguro desemprego pela internet, vá até a página do MTE (http://sd.maisemprego.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf) e informe o número do seu PIS-PASEP. Se preferir, você também pode realizar a consulta do benefício com o Cartão Cidadão, na Caixa ou nas Lotéricas, ou, caso você tenha uma conta na Caixa, também é possível realizar a consulta do seguro desemprego através do caixa eletrônico ou nas Lotéricas.

Seguro desemprego online

Para verificar as informações do seu seguro desemprego, como agendamento, consulta e saldo pela internet, é preciso apenas ir até o site do MTE (http://sd.maisemprego.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf) ou até a plataforma digital da Caixa Econômica Federal (http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/seguro-desemprego/Paginas/default.aspx). Em qualquer um dos sistemas de seguro desemprego online basta procurar pelos serviços que deseja.

MTE seguro desemprego

O MTE é o Ministério responsável por todos os assuntos ligados ao trabalho e emprego, como o seguro desemprego. Por isso mesmo, você deve recorrer ao sistema online da instituição quando precisar de informações referentes ao benefício do governo.

Além de serviços relacionados ao seguro desemprego, o sistema online do MTE também dispõe de outras opções interessantes, como vagas de emprego, cursos de Qualificação Profissional, Abono Salarial e muito mais.

Categorias
Empreendedorismo

MEI

Por vivermos em meio a um cenário econômico que oscila constantemente, nós, brasileiros, devemos buscar por alternativas para a inserção no mercado de trabalho que garantam maior estabilidade financeira e independência.

Como solução para o desemprego, cada vez mais pessoas despertam o interesse pela autonomia e seguem o caminho para se tornarem MEIs.

MEI ou Microempreendedor Individual é o nome dado ao chamado trabalhador informal que possui um negócio próprio com faturamento de até 60 mil reais por ano ou de cinco mil reais por mês, e se encontra reconhecido legalmente como um pequeno empreendedor.

Também pode ser considerado como MEI o funcionário de uma organização que recebe um valor que chega até o piso salarial de sua categoria. No Brasil, são mais seis milhões de MEIs em exercício. A maior parte destes microempreendedores se encontra numa faixa etária entre 31 e 40 anos.

Microempreendedor Individual

A legalização do MEI é sustentada pela Lei Complementar nº 128, de 2008. E, aqueles que estão amparados pela lei têm direito a obter o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), para que seja possível abrir contas bancárias, pedir empréstimos e emitir notas fiscais.

Outra vantagem é que o MEI se enquadra no programa Simples Nacional, um regime tributário simplificado, e dessa forma, fica isento de taxas como, Cofins, Imposto de Renda, PIS, IPI e CSLL.

Ao se tornar um Microempreendedor Individual, a única taxa a ser paga é um valor fixo mensal, dependendo do setor onde o negócio se enquadra (comércio e indústria, prestação de serviços ou comércio e serviços).

Este valor é revertido para Previdência Social e ISS ou ICMS, assim é possível garantir alguns benefícios como o auxílio maternidade, aposentadoria, entre outros. O pagamento desta mensalidade é realizado por meio de um carnê e é preciso estar atento aos prazos para não correr o risco de ter seus benefícios prejudicados.

Portal do Empreendedor

Para se registrar como um microempreendedor individual é necessário acessar o Portal do Empreendedor. Para efetuar o registro é preciso portar algumas informações como os números do Cadastro de Pessoa Física (CPF), o número dor recibo de Imposto de Renda do empresário e o título de eleitor.

Mas, antes de realizar o registro, é preciso ficar de olho em alguns pontos importantes. O futuro microempreendedor deve verificar se recebe algum benefício, como por exemplo, o seguro desemprego ou aposentadoria por invalidez.

É necessário verificar também se atividade escolhida se enquadra como MEI e se a prefeitura permite que ela seja exercida no local desejado. Para esclarecer mais dúvidas, basta acessar o Portal do Empreendedor.

Após a formalização do registro como MEI, a empresa é regularizada junto aos órgãos do Governo. Também é possível regularizar o MEI, de forma gratuita, em escritórios de contabilidade e empresas que optem pelo Simples Nacional.

Assim que o registro é concluído no site, o empresário tem acesso ao Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), contendo o CNPJ e as inscrições no INSS e Junta Comercial, e o Alvará de Provisório de Funcionamento, e assim já pode começar a trabalhar.

Categorias
Empregos

Empregos em tempo de crise

O país passa por um momento delicado. A crise política e econômica do Brasil está gerando uma série de consequências que atingem diretamente a população. Um desses agravantes é o desemprego. O problema se tornou tão sério que muitos cidadãos estão estudando maneiras diferentes de ganhar dinheiro e, assim, passaram por essa situação sem grandes imprevistos.

De acordo com informações do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a taxa de desemprego no Brasil chegou a 10,9% no primeiro trimestre desse ano. A estimativa é que esses números aumentem nos próximos anos.

Frente a isso, é possível observar que mais e mais pessoas estão na fila por uma vaga de emprego. Desempregados buscam por meio de sites, jornais e demais canais de comunicação, vagas para as mais diferentes áreas. Há, até, quem se submeta a trabalhar em um ramo diferente do seu ou ganhar menos para ter uma nova oportunidade de recolocação.

Vagas de emprego no RJ, DF e Curitiba

vagas-no-rio-de-janeiro

Basta conversar com algumas pessoas no ônibus ou na padaria para perceber que esses indivíduos têm algo em comum entre si, o fato de estarem desempregados. Esse problema cresceu nos últimos meses e, atualmente, é possível perceber que o vizinho, um parente próximo ou um conhecido estão na mesma situação.

No Distrito Federal, por exemplo, a Agência do Trabalhador tem trabalhado bastante em prol de levar aos cidadãos, as vagas para as mais diferentes áreas. Do mesmo modo, o setor de farmácias está em bastante expansão na cidade, o que tem estimulado a criação de diversas oportunidades de empregos nesse segmento.

Já no Rio de Janeiro, com a aproximação das Olimpíadas, surgiram diversas vagas para pessoas que desejam trabalhar durante esse evento. A Secretaria do Estado, por sua vez, disponibilizou, recentemente, mais de 2.000 vagas em todo o estado.

Curitiba também não fica de fora no processo de recolocação de profissionais. Na Feira do Trabalhador, que acontece no dia 06 de maio, muitas pessoas poderão visualizar oportunidades em suas áreas de atuação, bem como receber orientações sobre como voltar ao mercado de trabalho.

Vagas de emprego em São Paulo

Vagas em São Paulo

Em São Paulo, os CATs (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo) e o Sine (Sistema Nacional de Emprego) divulgaram, na primeira semana de maio, mais de 5 mil vagas de emprego que vão desde o segmento de call center, alimentação até as áreas de limpeza e vendas. Profissionais com deficiência ou mobilidade reduzida encontram cerca de 423 vagas.

Para concorrer as vagas basta se dirigir a algum CAT mais próximo munido de RG, CPF, carteira de trabalho e PIS. As 5 funções que mais ofertam vagas são: Auxiliar de Enfermagem, Operador de Telecobrança, Técnico de Enfermagem, Vendedor de Serviços e Analista de documentação.

Sites de empregos e outros meios

Outro modo de se recolocar profissionalmente na área desejada é fazer o cadastro em sites de empregos, os quais oferecem vagas para diversos segmentos, e, também, por meio de jornais específicos para essa finalidade. Nesses espaços as pessoas podem, até mesmo, encontrar o emprego dos sonhos.

Categorias
Empregos

Agências de Emprego

As agências de empregos desempenham um papel fundamental no combate ao desemprego, não somente através da contratação,  mais também oferecendo diversos serviços ligado a empregabilidade, como a consultoria profissional, cursos, testes de perfis, terceirização de funcionários, acompanhamento de carreira entre outros…

Embora a maioria das agências de empregos disponibilizem vagas através de sites próprios ou de terceiros, elas mantem o atendimento presencial no seu endereço físico, disponibilizando oportunidades de empregos e outros serviços.

O atendimento presencial nas agências de emprego

Atendimento presencial nas agências de emprego

O atendimento presencial sempre foi e será mais importante que o virtual, portanto, para desempregados ou pessoas em busca de um novo emprego, ir a uma agência pode fazer toda a diferença, principalmente em momentos de altos índices de desemprego o que aumenta a concorrência por vagas. No atendimento presencial pode-se observar aspectos como, o comportamento do candidato, a aparência, a desenvoltura entre outros…

Atualmente, as agências de emprego estão sendo uma das esperanças aos milhões de desempregados. Espalhadas por vários estados brasileiros, oferecem desde oportunidades e estágios até vagas para jovens aprendizes.

As agências de emprego também podem orientar como o candidato pode se portar diante de uma entrevista de emprego, mostrar como são feitos os critérios de escolha e muito mais. Muitas até realizam provas ou fazem dinâmica de grupo.

Agências de emprego na internet

Para encontrar agências de empregos próximo a você, utilize a internet, faça uma  busca por agências, use filtros como área de atuação ou tipos de serviços e cursos oferecidos, tipos de vagas anunciadas. Observe os dias e horários de atendimentos pois a maioria não abrem aos sábados.

Outra informação bacana sobre as agências de emprego é que elas mantem um banco de currículos próprio com perfil do candidato, portanto, vá a uma agência, leve seu currículo ou faça o cadastro no site, mostre interesse e mantenha o perfil sempre atualizado, tenha a agência como uma parceira na busca de emprego e mantenha contato mesmo estando empregado a final não se sabe o que pode ocorrer no futuro próximo.

Agências e sites de de empregos online

Agências e sites de de empregos online

Com o avanço da internet, várias agências estão online para ajudar você a arranjar um emprego. O lado bom de tudo isso é a rapidez que seu currículo pode chegar às mãos dos empregadores além do alto número de vagas.

Veja algumas das opções pagas que separamos para você, algumas pagas:

Infojobs

No site da Infojobs (www.infojobs.com) é possível ter acesso a milhares de vagas gratuitamente, para isio basta fazer cadastro, também disponibiliza alguns serviços pagos.

Catho

O site Catho oferece milhares de oportunidades de emprego e estágios para diversas profissões. O site oferece uma promoção para aqueles que acessarem o site pela primeira vez, os primeiros quinze dias são de graça. Depois desse período, passa-se a cobrar um valor para que o candidato continue a utilizar os serviços do site www.catho.com.br.

Manager

A Manager é outra opção paga, o candidato faz o cadastro através do site www.manager.com.br e passa a concorrer a milhares de vagas de emprego.

Endereços físicos de agencias de emprego

Não daria para informar todas as agências de emprego nesse artigo, portanto, por isso listamos abaixo apenas algumas agências, lembrando que e aconselhável buscar por agências de emprego mais próxima de sua região.

Inovação Recursos Humanos
Agência de empregos
Estrada do M’Boi Mirim, 460
(11) 5515-3098

Grupo Contrata – Agência de Empregos
Agência de empregos
R. Teodósio de Matos, 83
(11) 4304-5719

Meta Colocações Profissionais Domésticos
Agência de empregos
(11) 3424-5050
Site: www.metacolocacoes.com.br

Cleusa’s Baby
Agência de empregos
B – Estrada do M’Boi Mirim, 2661
(11) 5514-5378
Site: www.cleusababy.com.br

Global Serv
Agência de empregos
R. Manuel Borba, 163
(11) 5524-0811
Site: www.globalempregos.com.br

Agência de Emprego de Domésticas
Agência de empregos
R. Geraldo Fraga de Oliveira, 341
(11) 96599-6479
Suprema Empregos
Agência de empregos
Rua Promotor Gabriel Netuzi Perez, 392
(11) 5523-8909
Site: www.supremaempregos.com.br

GRH Brasil
Agência de empregos
R. Gen. Roberto Alves de Carvalho Filho, 320
(11) 5524-8841
Site: www.grhbrasil.com.br

Gelre
Agência de empregos
R. Manuel Borba, 163
(11) 5685-5099
Site: www.gelre.com.br

New Life Recursos Humanos Ltda
Agência de empregos
R. Manuel Borba, 145
Site: www.liferh.com.br

Spaniw Serv Empr E Rec Hum Ltda
Agência de empregos
R. Amador Bueno, 246
(11) 5541-8929
Site: www.gruposp.com.br

Agência de Empregos Domésticos Pinheiros
Agência de empregos
R. Teodoro Sampaio, 2879 – Sala 7
(11) 3813-0762

Proativa Recursos Humanos Ltda
Consultoria de Recursos Humanos
Rua Comendador Elias Zarzur, 379
(11) 3464-7100
Site: www.proativarh.com.br

Panamby Agenciamento de empregadas e babas
Agência de empregos
R. Germano Ulbrich, 5
(11) 5851-6181
Site: www.domesticasnopanamby.com.br

Perfil Certo – Agencia de empregos Taboao da Serra
Agência de empregos
Assessoria de recursos humanos
R. dos Miosótis, 80
(11) 4771-6866
Site: www.perfilcertoempregos.com.br

Oportunidade de Trabalho
Agência de empregos
Av. Sen. Teotônio Vilela, 1591

Intermediações Humaitá Ltda
Agência de empregos
R. Santa Cruz, 604
(11) 5031-1021
Site: www.empregoshumaita.com.br

Categorias
Inglês online

Palavra em inglês que define a situação ruim de um país?

Depressão | Queda brusca| Recessão em inglês: Slump

Slump” significa depressão, tombo, queda brusca, época de desemprego, crise, recessão em inglês. Porém, também define um período prolongado e severo de baixa atividade econômica, geralmente trazendo desemprego generalizado. Como verbo, “to slump” pode significar baixar, fracassar, cair, afundar, despencar e andar de ombros caídos.

What does “slump” mean?

“Slump” is a noun and a verb too. The definition or meaning is “noun: a marked or sustained decline especially in economic activity or prices; a period of poor or losing play by a team or individual”. Another meaning would be “verb: to fall or sink suddenly; to drop or slide down suddenly; to assume a drooping posture or carriage”. See some examples with Portuguese translation.

How do you say “slump” in Portuguese?

  1. He has been through a lot and now this slump. / Ele passou por muita coisa e agora por essa crise.
  2. We survived bad situations before and we’ll go through this slump. / Sobrevivemos a situações ruins antes e passaremos por essa crise.
  3. Houses prices slumped. / Os preços das casas despencaram.
  4. This month there was a slump in profits. / Esse mês houve um queda nos lucros.
  5. Brazil’s been running at an economic slump for several months. / O Brazil tem passado por uma crise econômica nos últimos meses.
  6. They found him slumped on the floor. / Eles o encontram estatelado no chão.

Veja os posts:

Como se diz “tropeçar” em inglês?

Como se diz “cair, queda” em inglês?

Como se diz “a ponta do iceberg” em inglês?

Como se diz “quanto mais alto, maior a queda” em inglês?