Categorias
Trabalho em casa

Ganhe dinheiro com desenhos em papel vegetal

Desenhos em Papel Vegetal – Trabalho em Casa, ganhe muito dinheiro no conforto da sua casa ou escritório. Veja aqui todas as informações necessárias para iniciar de imediato, sem erros.  Aprenda tudo, investimento, clientes em potencial, divulgação do serviço, concorrência, hardware e software e muito mais…

Mercado

Sem dúvida uma atividade que está crescendo muito é a de cartões de papel vegetal, tanto que existem até revistas que tratam do assunto, pois ai esta um nicho pouco explorado.

Esta atividade consiste em que você crie desenhos em formatos e tamanhos de cartões, como os de natal e os venda para pessoas que trabalhem com cartões de vegetal ou para ou lojas especializadas neste ramo, esta pessoa que comprará de você poderá opinar ajudar a criar cartões de seu próprio gosto, sem contar a vantagem que seus clientes levam de ter desenhos exclusivos, que em segundo plano podem ser vendidos para outras pessoas do ramo.

É um negocio muito fácil de se administrar pelo baixo custo e alto retorno, sua única mão de obra é de criar o desenho desejado ou de sua própria criação e imprimi-lo para entregar a seus clientes, você terá uma infinidade de idéias como quadrinhos heróis de televisão e o que mais sua mente imaginar.

Hardware e Software – Conhecimento e Investimento necessários

Hardware

  • A partir de um PentiumII a III 300 a 400 MHZ com 32 Mb de memória RAM, Winchester de no mínimo 5.0 Gb, impressora que de preferência deve ser a laser (para maior resolução) ou jato de tinta, além é claro um bom Scanner de mesa para captar imagens que sejam difíceis de ser criadas.
  • É necessário um conhecimento básico para resolver problemas rotineiros que venham a acontecer, e conhecimento nos periféricos que já possui.
  • O investimento para quem já possui o micro e uma boa impressora fica por conta do Scanner de mesa.

Software

  • Utilize os softwares utilizados no DTP como Corel Draw! Adobe Photoshop, ou outros softwares de criação e tratamento de imagem que você gostar ou tiver mais prática.
  • É necessário um alto conhecimento nos softwares que você utilizar para a criação dos desenhos.
  • O investimento fica em um nível intermediário pois estes softwares de editoração eletrônica costumam custar acima de R$ 1.000,00.

Captação de clientes

Ofereça seus serviços a lojas que organizem festas, lojas especializadas em cartões ou em lojinhas que revendam produtos de papelaria.

 

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, MMA – Ministério do Meio Ambiente, MME – Ministério de Minas e Energia, MTE – Ministério do Trabalho e Emprego.Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Artigos Relacionados: artesanato em papel vegetal, como fazer papel vegetal, como imprimir em papel vegetal, como usar papel vegetal, papel vegetal 180g, papel vegetal para que serve, papel vegetal kalunga, papel vegetal para convite, papel vegetal estampado onde comprar, riscos para papel vegetal, papel vegetal passo a passo, papel vegetal rolo, papel vegetal a3, celula vegetal desenho, desenho celula vegetal e animal, como imprimir em papel vegetal, como usar papel vegetal, papel vegetal kalunga, papel vegetal para convite, papel vegetal para tatuagem, papel vegetal a2, desenho carvão vegetal, desenho célula vegetal, celula vegetal e suas organelas, vegetais desenho infantil, vegetais desenho em portugues, vegetais desenho animado, arte em papel vegetal, papel vegetal colorido, papel vegetal estampado, papel vegetal preço, papel vegetal a4,

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Categorias
Ideias de negócios

Montar empresa de decoração de Festa Infantil

Decoração de festa infantil  – Ganhe muito dinheiro decorando festas para crianças. Veja aqui todas as informações necessárias para iniciar de imediato, sem erros.  Aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Decoração de festa infantil

Receita de festa de aniversário de criança sempre teve ingredientes universais, a exceção do idioma em que se canta o “Parabéns pra você”, os de demais componentes são rigorosamente os mesmos numa festinha em Roma ou Nova Iorque.

Nada além de bolo, bola, língua-de-sogra, chapéu de ponta, e outras peculiaridades que deliciaram e ainda deliciam as tardes de muitas gerações no mundo todo. Porém no Brasil, de uns tempos para cá, o desejo e a imaginação dos filhos combinados ao delírio dos pais, transformaram as despretensiosas festas infantis em grandes superproduções, cheias de efeitos especiais, surpresas e atrações.

Para agradar a criançada, os pais não economizam: gelo seco, canhões de luz, focos de neve, luz estroboscópica e néon, cenários fantásticos, mesas giratórias, toalhas iluminadas, bonecos que se movem e até personagens infantis reproduzidos em tamanho natural. Evidentemente, não é com a ajuda de vizinhos e familiares que se monta uma boa festa nos dias de hoje. Há uma nova e sofisticada indústria que cuida de tudo, dos convites até o encerramento da festa, as chamadas decorações de festa infantil.

Mercado

Este mercado apresenta uma grande concorrência, já que, existem inúmeras pessoas que prestam serviços para festas, porém, apresentar um diferencial nos serviços (preços, atendimento, etc), é uma boa saída para vencer neste ramo de atividade.

Estrutura

Para montar este empreendimento o empreendedor deve ter uma estrutura mínima, que neste caso consiste em uma área de 60 m², onde ficarão expostos os diversos cenários.

Equipamentos necessários

– Veículo utilitário;
– Móveis e utensílios de escritório (computadores, telefones, fax, etc.);
– Mesa grande para trabalhar montando os enfeites, cortar papel, etc.;
– Mesa para bolo, onde também são colocados os enfeites com o motivo da festa;
– Mesas e cadeiras para os convidados;
– Aparelho de som ;
– Balcão para atendimento dos clientes na loja;
– Prateleiras para guarda dos enfeites;
– Máquina de encher balões;
– Utensílios pequenos (tesouras, estiletes, potes, etc.);
– Brinquedos (piscina de bolinhas, escorregado, pula-pula vídeokê), etc.

Investimento

Irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, podendo este girar em torno de R$ 40 Mil.

Mão de obra

O número mínimo de pessoas trabalhando é de 3 pessoas, o dono e mais duas, sendo que o resto das atividades podem ser terceirizadas, sendo que esta deve ser bem selecionada, principalmente as que fornecem os alimentos.

Fornecedores

Neste empreendimento há vários fornecedores nos diferentes segmentos, que vão desde o ramo alimentício até os de diversões. Selecionar bem os fornecedores é de vital importância para oferecer bons produtos e preços competitivos.

Grandes fornecedores de bebida, embutidos e doces entregam o produto no local, mas as compras também podem ser feitas em distribuidores e supermercados. Com relação aos brinquedos, o melhor é alugar, para ter sempre uma novidade.

Diversificar

Para vencer o jogo não basta investir apenas em espaços convidativos e lúdicos. É preciso diversificar a oferta, buscar um atendimento personalizado, falar a linguagem da criança, respeitando seus gostos e opiniões, e também definir bem o foco do negócio para não correr o risco de perder o rumo.

Atrações

Os pacotes de Decoração devem ser bastante variados, já que o grande atrativo são as instalações e equipamentos sofisticados. As atrações é o diferencial deste negócio, e estas devem ser renovadas constantemente para manter o interesse e continuar atraindo a atenção. Algumas atrações interessantes:

– Cidade dos brinquedos;
– Piscina de bolinhas;
– Trenzinhos;
– Carrossel;
– Brinquedos eletrônicos;
– Teatrinho;
– Show de palhaços, fantoches, mágicos e animais amestrados.

Temas a ser explorados

Os temas preferidos da garotada variam um pouco dependendo da época, mas algumas estórias nunca saem de circulação. A Branca de Neve, Cinderela, Batman, Aladin, Pinóquio sempre tem boa saída.

Lembretes: para alcançar o sucesso neste tipo de empreendimento é necessário tomar algumas providências importante, tais como:

– Pesquisar a situação do mercado local;
– Localização apropriada, de fácil acesso, em região de poder aquisitivo condizente;
– Possuir criatividade para decoração, gostar de promover eventos e organizar festas;
– Possuir capital financeiro para instalação;
– O segredo para o sucesso é montar a festa de acordo com o desejo da criança, procurar realizar tudo aquilo que ela imagina;
– Fazer um bom curso de decoração de festas é de grande valia no início do negócio;
– Descobrir lacunas entre a concorrência e preenchê-las oferecendo produtos e serviços em ambientes lúdicos e ligados ao mundo infantil também garante bons resultados.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Minnistério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário,

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Categorias
Ideias de negócios

Montar empresa de decoração com Balões (bexigas)

Saiba como montar empresa de decoração com balões gastando pouco e sem cometer erros, ganhe muito dinheiro fazendo escultura em balões. Aprenda tudo: investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Escultura de balões

FICHA TÉCNICA
Setor da economia: Serviço
Ramo de atividade: Prestação de serviço
Faturamento médio inicial: R$ 3 mil mensais
Situação de mercado: Em expansão

Apresentação

“Os balões ultrapassam qualquer outra forma de decorar com elegância, excitação, vida, cor e sentido de festividade a diversas ocasiões.”

Capacitação

É fundamental a capacitação do empreendedor que está iniciando esse tipo de negócio. De acordo com empresário do ramo, o empreendedor deve pesquisar o tema e fazer vários cursos que surgem no mercado. Assim, o proprietário estará sempre atualizado e se aperfeiçoando na arte de construir as esculturas de balões.

Investimento inicial

O investimento inicial para se montar este tipo de negócio, escultura de balões, gira em torno de R$ 3 mil.

Equipamentos e acessórios básicos para implantação do negócio

  • Inflador duplo de balões com nitrogênio ou gás hélio
  • Medidores
  • Escada
  • Cavalete
  • Manômetro
  • Caixa de ferramentas
  • Cilindros para gás hélio e nitrogênio
  • Compressor profissional 3 bicos
  • Compressor de 1 bico
  • Seladora
  • Válvula economizadora de gás hélio
  • Fitilhos
  • Bomba manual
  • Arame forrado para modelar bouquets.

Matéria prima

O empresário deve sair em busca de novos materiais. Segundo empresário do ramo, para prolongar a vida útil das armações, a empresa deve usar balões de boa qualidade, se possível, os importados, pois são mais resistentes e dão um efeito mais bonito à decoração.

Diversificação

Depois de um bom nível de especialização no negócio, o empresário poderá diversificar seu serviço ou produto, desenvolvendo equipamentos utilizados, como por exemplo, no enchimento de balões e na montagem das esculturas. Além disso, a empresa pode oferecer cursos para pessoas interessadas em trabalhar nessa área, tendo assim uma outra fonte de renda.

Existe, ainda, a Bomba Balão, o mais moderno e eficiente dispositivo para inflar balões. Confeccionado especialmente para facilitar e agilizar o ato de inflar balões, a Bomba Balão é extremamente anatômica, poupa esforços e possui grande durabilidade.

Endereços na Internet

Site da Empresa Bolas e Formas: http://www.hnphenix.com.br/bolaseformas/

Como criar esculturas de balões: http://www.latexsr.com.br/escultura.htm

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Minnistério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário,

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Categorias
Ideias de negócios

Como montar uma empresa de organização de Festas e Eventos

Ganhe muito dinheiro com Festas e Eventos, saiba como montar uma empresa de organização de Festas e Eventos com pouco dinheiro e sem cometer erros, aprenda tudo, investimento, localização, equipamentos, fornecedores, mercado, concorrência, riscos, legislação, mão de obra especializada, captação de cliente, financiamento, atendimento e muito mais…

Ficha Técnica
Setor da economia: Serviço
Tipo de Negócio: Organização de festas e eventos

Organização de eventos

O problema é a festa ? Quando o assunto for gerenciamento de congressos, convenções, seminários, simpósios, conferências, feiras, inaugurações, solenidades de posse ou qualquer outro evento que tenha como meta “dar certo sem dar trabalho” é melhor procurar uma empresa especializada neste assunto. Elas são profissionais, cuidam das atividades que antecedem ao evento até as atividades pós-evento.

Mercado de eventos

O mercado de organização de eventos no Brasil está em ascensão, já que cada vez mais é reconhecida a importância da realização de eventos para divulgar ou fixar uma marca, estreitar relacionamento com clientes.

Estrutura

A estrutura básica deve contar com um escritório apenas, já que tudo que se é usado para a organização de eventos é terceirizado.

Equipamentos

Os equipamentos básicos são aqueles usados no escritório, tais como: computadores, fax, impressoras, linhas telefônicas e móveis e utensílios.

Investimento

Irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento.

Pessoal

Conforme o direcionamento dado à empresa, o quadro das pessoas envolvidas poderá contemplar maior ou menor número de pessoas.

Seguindo este princípio, o quadro poderá ser formado – em alguns casos de forma opcional e em outros de forma obrigatória – por recepcionistas bilingües ou trilingües, recepcionistas de “stand” (modelos e manequins), secretárias executivas, coordenador de montagem de “stand”, coordenadores de plenária, protocolo, recepção, copeiras, digitadores, fotógrafos, garçons, guias de turismo, intérpretes, assessoria de Imprensa, mestre de cerimônia , seguranças , motoristas para recepção VIP, operadores de recursos audiovisuais, etc.

Uma fartura de profissões que pode assustar, mas que em estruturas necessariamente enxutas, deverão ser exercidas por um número menor de pessoas.

Fornecedores

Mais do que o preço, deve-se buscar a excelência ao selecionar fornecedores, afinal, quem estará apresentando o produto final – “composto” por diversos produtos, de diversos fornecedores – ao cliente, é a empresa de promoção de eventos, responsável pelo resultado final.

Serviços

A gama de serviços a ser ofertada é muito grande, serviços esses, que são basicamente a organização de: seminários, workshops, lançamento de produtos, inauguração de fábricas, coletivas de imprensa e badalados happy  hours, almoços e coquetéis para empresas, etc.

Em alguns casos de empreendimentos de maior porte, são agregados serviços de bufê, decoração, segurança, limpeza, estacionamento com manobristas, serviços de filmagem, fotografia, sonorização, iluminação, vídeo em circuito fechado de TV e até um serviço de UTI móvel.

Tudo dependerá do volume de investimento disponível.

Etapas do processo

Apesar de não haver uma rotina específica, é necessário contar com muita disciplina e organização. De maneira geral, as etapas básicas para a organização de um evento são: reuniões para determinar a necessidade do cliente; elaboração do projeto em si (inclusive levantamento de custos); apresentação da proposta ao cliente para discussão e ajustes da aprovação; contratação de prestadores de serviço de divulgação (mala direta, imprensa) e supervisão do trabalho dos fornecedores.

Enfim se dá em três etapas:

Antes do evento

  • Elaborar processos de patrocínio e captação de recursos;
  • Assessorar na escolha da transportadora aérea oficial e dos hotéis a serem conveniados ao evento;
  • Criar logotipo, peças administrativas e de divulgação do evento;
  • Desenvolver estratégia de mídia, definindo veículos e cronograma de divulgação;
  • Criar e/ou ampliar o “mailing” (banco de dados de clientes potenciais ou virtuais);
  • Remeter / controlar / arquivar a correspondência postada e recebida;
  • Desenvolver “lay-out” (arranjo físico) de auditórios, secretarias, salas VIP, imprensa, coordenação, etc;
  • Elaborar planejamento para seleção, compra ou locação de materiais, serviços e equipamentos de terceiros.

Durante o evento

  • Montar a estrutura física conforme “lay-out”;
  • Controlar a instalação e operacionalização diária dos serviços contratados;
  • Assessoria no desenvolvimento do cerimonial da abertura ;
  • Coordenação dos serviços de secretaria executiva;
  • Controle das condições físicas do ambiente;
  • Acompanhamento e supervisão dos serviços de “coffe break”, limpeza e organização.

Depois do evento

  • Apresentar relatórios e contas;
  • Postar cartas de agradecimento à patrocinadores, colaboradores e fornecedores;
  • Organizar arquivos de documentação geral do evento.

É importante frisar que boa parte dos serviços podem ser terceirizados (fotografia, vídeo, bufê, decoração, apresentador do cerimonial, garçons, equipe de som, recepcionista, confeccionador de souvenirs, iluminadores, etc.).

Participação em eventos

Um bom começo é participar de feiras, congressos e seminários. Se relacionar com pessoas-chave nas áreas de marketing e relações públicas de empresas ajuda, pois são elas que, normalmente, requisitam os serviços de organização de eventos.

Como ser melhor que os outros

Para se alcançar uma posição diferenciada no mercado a empresa deve criar mecanismos que ofereçam garantias específicas do que foi contratado pelo cliente.

Com esta prática cria-se uma relação de confiança, essencial para que o trabalho seja produtivo. Pensando nisto, discriminar os serviços ofertados (e pelos quais a empresa é responsável), o compromisso com os cuidados para preservação do imóvel, dentre outras questões, através de um contrato que contemple todas estas questões, apresenta-se como uma prática aconselhável.

Outras dicas interessantes: ter um “briefing” (resumo) do evento, adotar um questionário que identifique as reais necessidades do contratante e identifique eventuais falhas “pós-evento”.

Por não dá certo?

Principalmente, porque o empreendedor comete pecados capitais: não planeja o passo a passo do evento, abrindo espaço para imprevistos inconcebíveis, desconhece técnicas de organização de eventos, mobiliza inadequadamente o público para o tipo de evento, divulga de forma equivocada, se entrega ao amadorismo e à improvisação, ou abre espaço para a projeção orçamentária incorreta. Estas são algumas falhas que o eliminam do mercado.

Para alcançar o sucesso

No caminho para o sucesso, estão o planejamento técnico do evento, com definição de objetivos, público, estratégias, gestão econômico-financeira e resultados; profissionalismo; transparência no relacionamento com o cliente e na divulgação do evento; conhecimento das normas de cerimonial, protocolo e regras de etiqueta; gerenciamento do evento; melhorias de resultados e da relação custo/benefício; atualização e reciclagem de empreendedores e profissionais. Enfim, o importante é trabalhar com muito profissionalismo, ter experiência em diversas áreas, manter uma ampla rede de contatos selecionar bem os fornecedores e, principalmente, ter disponibilidade integral.

Lembrete importante

É importante lembrar que o sucesso de um evento depende de quem está por trás dele. Portanto, neste ramo, ser amador ou mero organizador de festinhas, está fora de questão. Não há lugar para improvisações.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
– Registro na Junta Comercial;
– Registro na Secretária da Receita Federal;
– Registro na Secretária da Fazenda;
– Registro na Prefeitura do Município;
– Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
– Registro no Sindicato Patronal.

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

Entidades e sites afins

ABRP – Associação Brasileiras de Relações Púbicas: http://www.abrp.org.br
Agencia de eventos: http://www.orangebrazil.com‎/
Planejamento de Eventos: http://www.officer2880.com/
Eventos Corporativos: http://www.multiart.com.br

 

Referências:
Sebrae – Serviços de Apoio as Micros e Pequenas Empresas, IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, IPT – Instituto de Pesquisas Tecnológicas – São Paulo, Datafolha – Instituto de Pesquisas Grupo Folha, IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, Wikipédia, Jornal Estadão, Jornal Folha de S.Paulo, Jornal O Globo, Revista Exame, Revista Veja, MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, MDIC – Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, MMA – Ministério do Meio Ambiente, MME – Ministério de Minas e Energia, MTE – Ministério do Trabalho e Emprego.Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.

Copyright © Emprega Brasil – É proibido a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização.