Categorias
Trabalho em casa

Trabalho em casa pela Internet

Trabalhar em casa pela internet, tem uma série de vantagens: fazer o próprio horário, não ter um chefe no pé e maior disponibilidade para outras atividades cotidianas são as principais entre elas.

E se você também tem a ideia de ganhar dinheiro trabalhando no conforto de sua casa tendo a internet como parceira, confira neste artigo algumas entre as principais (e mais benéficas) formas de trabalho em casa pela internet.

Trabalho em casa pela internet digitando

Para quem pensa em um trabalho em casa pela internet digitando, as oportunidades são bem variadas.

Quem costuma contratar esse tipo de trabalho em casa na internet são agências de publicidade, agências de organização de dados, institutos de pesquisa (como é o caso do famoso IBGE) e até mesmo editoras de livros, e-books ou outros materiais gráficos.

O trabalho em casa de digitação pode ser pago tanto semanalmente quanto mensalmente. Geralmente, os lucros por semana variam entre R$500 e R$600 e por mês, são de R$2000 a R$2500.

Trabalho em casa pela internet para empresas

Trabalho em casa pela internet para empresas

Empresas de todos os portes e segmentos acabam precisando de funcionários freelancers (ou seja, por um período mais curto e pré-determinado de tempo) para a realização de uma série de serviços. Alguns entre os mais comuns para trabalho em casa pela internet são:

Criação e alimentação de blogs

Neste caso, o funcionário freelancer é contratado para o trabalho em casa pela internet para o desenvolvimento de conteúdo único, relevante, atrativo e verdadeiramente interessante para o blog da empresa em questão. O conteúdo deve ser relacionado ao segmento de atuação da empresa e o assunto dos posts podem ser definidos por você ou pelo empregador.

Alimentação e gerenciamento de redes sociais

O mesmo vale também para as redes sociais. Com o marketing digital sendo cada vez mais importante para o aumento da visibilidade da empresa, criar e alimentar redes sociais como o Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram e outras se tornou um serviço comumente contratado por fora. E se você tiver conhecimento sobre essa área, pode aproveitar para trabalhar com a mesma. Que tal?

Trabalho em casa pela internet preenchendo formulários

Trabalho em casa pela internet preenchendo formulários

Outra forma de ganhar dinheiro com trabalho em casa é por meio do preenchimento de formulários.

O trabalho em casa pela internet preenchendo formulários geralmente não conta com vínculos empregatícios e a remuneração ocorre de modo independente, ou seja, com base no quanto você produziu. A média de ganhos é de R$550 a R$600 semanais, ou seja, mais de R$2 mil por mês para trabalho em casa pela internet preenchendo formulários. Muito bom, não é mesmo?

 Trabalho em casa pela internet com mala direta

O trabalho em casa pela internet com mala direta costuma ser prático e simples, motivo pelo qual até aposentados podem garantir uma graninha extra com ele.

O trabalho de mala direta pode ser o mais variado possível: algumas empresas fornecem materiais para envio de mala direta e outros preferem contratar esse serviço para a divulgação da própria empresa. Para quem pensa em um complemento na renda mensal, o trabalho em casa pela internet com mala direta pode ser uma ótima alternativa.

Categorias
Dinheiro

Como ganhar dinheiro trabalhando em casa

Com o aumento do desemprego, o tempo de recolocação no mercado de trabalho pode demorar um pouco mais do que o esperado, mas infelizmente as despesas não esperarão, por isso, encontrar uma forma de ganhar dinheiro rápido é uma necessidade para muitas pessoas.

Uma das melhores maneiras de não ficar parado é aproveitando o espaço dentro de casa e desenvolver formas de como ganhar dinheiro na internet, por exemplo. Caso você tenha este objetivo, mas não saiba por onde começar, confira as 3 dicas que apresentaremos a seguir.

Como ganhar dinheiro com uma loja virtual

Investir na criação de uma loja virtual hoje em dia é um processo simples, eficiente e muito rápido. Em poucos dias é possível lançar um negócio online, oferecendo os mais variados produtos ou até mesmo serviços pela internet.

Como ganhar dinheiro com loja virtual

Se você ainda não tem recursos suficientes para contratar um sistema de loja virtual mais robusto, não precisa se apavorar. É possível começar vendendo até mesmo através de páginas corporativas nas redes sociais, como as fanpages presentes no Facebook.

Para gerenciar as vendas com segurança e facilitar os pagamentos, você pode investir em sistemas de pagamento como o Paypal, PagSeguro e Bcash, assim, torna as operações confiáveis para seus clientes e para você.

Para ter sucesso nas vendas online, fique atento a pontos estratégicos como:

  1. A oferta de produtos com preços competitivos;
  2. Estratégias para captura de visitantes (audiência) para sua loja virtual.
  3. Transmissão de credibilidade para os visitantes, com uma boa apresentação visual e atendimento.
  4. Planejamento de estoque e transparência nas informações antes da venda.
  5. Escolha de um nicho de mercado para aumentar suas chances de vendas.

Como ganhar dinheiro montando uma agência de Publicidade e Marketing

Como ganhar dinheiro montando uma agência de Publicidade e Marketing

Com o crescimento do acesso à internet, clientes e empresas passaram a interagir ainda mais online e com isso, as oportunidades para quem busca formas de como ganhar dinheiro trabalhando em casa também aumentaram.

É possível se tornar um pequeno ou médio empresário oferecendo serviços para as empresas que estão conectadas em busca de clientes, especialmente para quem possui habilidades e conhecimentos para lidar com marketing e publicidade digital.

Entre os serviços que podem ser oferecidos estão:

  1. Criação de divulgação de anúncios publicitários;
  2. Otimização em motores de buscas, conhecidos como serviços SEO;
  3. Trabalhos de divulgação de marcas, produtos e empresas;
  4. Assessoria de marketing e publicidade nos negócios.

Este mercado é muito amplo e por isto é possível alcançar pequenos e médios negócios em geral, escolas, cursos, vendedores de produtos digitais, e-commerces, indústrias, profissionais liberais, entre muitos outros.

Caso prefira, para se destacar é possível se tornar um especialista em um dos segmentos mencionados acima e à medida em que for conquistando seus clientes, pode-se, com a ajuda das recomendações, aumentar ainda mais a margem de lucro e o desenvolvimento da sua agência.

Como ganhar dinheiro vendendo  Cursos na Internet

Como ganhar dinheiro vendendo Cursos na Internet

Os produtos digitais, como cursos apostilados, vídeo aulas, tutoriais, materiais informativos, entre outros formatos, também são grandes oportunidades de criar uma renda extra rapidamente.

Este segmento se destaca porque o maior objetivo das pessoas que acessam a internet é justamente buscar informações e conhecimentos. E graças à nova dinâmica social, este conhecimento precisa ser conquistado cada vez mais rápido.

Você pode iniciar um curso através do seu próprio conhecimento. Seja sua formação acadêmica ou prática, sempre haverá alguém precisando deste tipo de conhecimento. Desde aulas de direito, ou até mesmo cursos de marcenaria doméstica, há espaço e oportunidade para todos.

O melhor deste tipo de atividade é que após realizar o investimento inicial da elaboração do curso você poderá vender o mesmo material por períodos indeterminados, tendo assim um alto potencial de lucro.

Para que seus curso tenham sucesso é importante manter a atenção:

  1. Ao desenvolvimento de cursos de qualidade;
  2. Foco na captação do público-alvo ideal;
  3. Desenvolvimento de uma plataforma de cursos adequada.

Para iniciar é possível utilizar sistemas como o Moodle, que permite a criação de cursos online gratuitamente, antes de investir em plataformas mais completas, complexas e caras. Outros formatos possíveis incluem o desenvolvimento de apostilas e apresentações em flash, por exemplo.

Gostou do artigo? Conhece alguém que está desempregado ou deseja ganhar dinheiro a partir de casa? Então compartilhe esse texto nas redes sociais, essas informações serão úteis  e pode ajudar muitas pessoas a terem uma renda trabalhando no conforto do lar.

Categorias
Dicas valiosas

Como controlar o vício em redes sociais?

VÍCIO EM REDES SOCIAIS: Talvez você seja pai ou mãe e fique pensando: o que eu posso fazer pra esse menino (a) largar esse celular? Se fosse só os adolescentes até que tudo bem, mas as pessoas em geral se viciaram em ficar de rede social em rede social que virou doença.

Como saber se sou viciado em redes sociais?

Quando você acorda, por exemplo, a primeira coisa que você faz é conferir seu Facebook, Instagram e outros?

No Trabalho, usa seu horário de almoço mais para as redes sociais do que realmente para o almoço?

Quando sai com os amigos consegue deixar o celular na bolsa sem ter que ficar conferindo a cada minuto e assim de fato curtir a companhia dos amigos?

Já parou para pensar se o uso das redes sociais está atrapalhando sua produtividade no trabalho, na escola ou até em casa com sua família? Já pensou que existe um vício em redes sociais?

O que os números dizem?

Uma pesquisa realizada pela Amdocs em dez países com 4.250 jovens, indica que os jovens entre 15 e 18 anos aqui do Brasil não desgrudam do celular: 64% checam as redes sociais assim que acordam. Dentre os aplicativos, os brasileiros são os maiores usuários do Facebook (94%), YouTube (85%) e WhatsApp (84%).

Um dos números que mais me chamou atenção foi de que 88% dos entrevistados disseram que gostariam de ter um dispositivo conectado à rede mundial de computadores dentro do próprio braço.

Solidão fora da redes sociais

Essa mesma pesquisa apontou que 68% dos adolescentes se sentem ansiosos e solitários quando estão sem internet. Para comparar: 65% se sentem desta forma longe da família.

Em uma pesquisa publicada no Periódico Americano de Medicina Preventiva, quase 2 mil adultos com idades entre 19 e 32 anos foram entrevistados quanto a seu uso de redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest, Snapchat e Tumblr, e o estudo sugere que quanto mais tempo uma pessoa fica online, menos tempo ela tem para interações no mundo real.

A navegação pelas redes sociais também pode despertar sentimentos de exclusão, inveja, por exemplo, como quando se vê fotos de amigos se divertindo em eventos para os quais não se foi convidado.

Brian Primack, da Escola de Medicina da Universidade de Pittsburgh afirma que “É importante estudar isso, porque há uma epidemia de problemas mentais e de isolamento social entre jovens adultos. ”

Somos criaturas sociais, mas a vida moderna tende a nos isolar em vez de nos aproximar. Apesar das redes sociais aparentemente criarem oportunidades de socialização, o estudo aponta que elas não têm o efeito que esperamos.”

Os pais devem estar atentos à rede social dos seus filhos

É muito comum vermos os pais darem um celular na mão de uma criança e isso funcionar como uma espécie de babá eletrônica. E com isso, ele cresce achando normal ter um aparelho desse em mãos, mas não é bem por aí.

Não é porque seu filho cresce que ele tem maturidade suficiente pra discernir o certo do errado. É obrigação dos pais estabelecer horários e limites quanto ao que ver e o que não ver na internet.

A Safernet, que é uma plataforma que difunde a segurança e os direitos humanos na internet funcionando como um portal de denúncias de violência na web, indicou que em 2015 a principal violação reportada foi a exposição íntima (28%).

Algumas recomendações quanto às redes sociais: Privacidade.

Cuidados com a exposição indevida nas redes sociais

A maioria das redes salva as informações, portanto, cuidado com o que irá postar.

Fotos íntimas

Vazar nudes é crime por produção e distribuição de pornografia infantil.

Crimes de ódio

Liberdade e responsabilidade andam juntos. A partir dos 12 anos a pessoa já pode ser responsabilizada pelos seus atos. Comentários com relação à cor da pele, peso e outros podem gerar problemas.

Algumas dicas para se desconectar da Redes Sociais

Programe seus horários digitais assim como você programa suas horas no dia a dia. Por exemplo, tente limitar à apenas 3,4 horas por dia o tempo que você irá gastar com redes sociais.

Algo que funciona para mim e que talvez funcione para você se seu trabalho permitir é deixar os alertas das redes sociais desativados, assim você não terá que os conferir de minuto a minuto.

Deixe o celular longe de sua linha de visão. Como se diz “Longe dos olhos, longe do coração”.

Para os mais viciados, uma medida drástica seria excluir os aplicativos de redes sociais do celular, assim você só os usará de um computador ou tablet.

Faça um teste de ficar sem entrar nas redes sociais por um dia todo e depois por um fim de semana, como um detox digital.

Veja as redes sociais com um objetivo. Pergunte-se: pra que entrei? Estou aqui só matando tempo ou estou de fato buscando algo específico? A maioria das vezes entramos nelas porque estamos entediados e à toa.

O que as redes sociais têm de ruim?

Ela te expõe

Se você colocar uma foto, um vídeo, um comentário que seja, fica ali, exposto pra todo mundo ver e nem sempre sabemos como aqueles que estão vendo irão interpretar. Como dissemos anteriormente, os jovens muitas vezes não têm discernimento quanto ao que colocar na internet e isso prejudica a eles e outros.

Tempo que não volta

Eu mesma já me deparei com essa situação, de começar a olhar algo em uma rede social, sem procurar nada especificamente, só de bobeira, e quando vi já se passaram 30, 40 minutos. Tempo que eu poderia ter gasto com família, amigos, lendo, fazendo uma atividade física, enfim. Dedique tempo ao que é mais importante!

Vicia mais que cigarro

Isso é o que diz um estudo feito na Universidade de Chicago que mostrou que é mais fácil controlar impulsos como devorar uma barra de chocolate, fumar um cigarro ou até o desejo sexual do que ficar checando o Facebook.

Pode engordar

As universidades de Columbia e Pittsburgh fizeram testes e os que estavam conectados preferiam uma barra de chocolate e os desconectados uma barra de cereal.

Cair em golpes

Infelizmente isso tem acontecido cada vez mais. Pessoas vendendo coisas que não tem, se passando por pessoas que na verdade nem existem. Eu mesma já caí em um golpe, fiquei no prejuízo e posso dizer que não é nada agradável. Inclusive fizemos um artigo aqui sobre os cuidados que devemos ter ao comprar na internet.

O que as redes sociais tem de bom?

Já que o tema do nosso artigo é: Como controlar o vício em redes sociais, podemos ter a ideia de que não existe nada de bom nelas, mas não é bem assim. Vejamos alguns benefícios das redes sociais.

Aproximam

Não é incomum ouvirmos relatos de pessoas que falam ter reencontrado amigos, parentes que não viam há anos através das redes sociais. Essa semana aconteceu comigo, uma amiga com quem eu não falava há cerca de 20 anos e nós nos falamos pelo WhatsApp. Isso é muito bom. Até mesmo pessoas desaparecidas são encontradas através de redes sociais.

Emprego

Muitos empregos são conseguidos através das redes sociais. Muitas vagas são disseminadas ali.

Geração de renda

Muitas empresas têm sido criadas por causa das redes sociais. Isso gera emprego, interação social fora do mundo digital.

Reuniões de trabalho

O tempo que se gastaria para todos os membros de uma equipe de uma determinada empresa se reunirem é economizado atreves do Facebook por exemplo. Economia de tempo e dinheiro.

Ajuda nos estudos

Para os estudantes é uma mão na roda poder tirar as dúvidas com colegas e professores a qualquer momento, mesmo sem estarem em um ambiente escolar.

Dicas finais sobre redes sociais

Alguns lembretes finais, mas não menos importante.

Lembre-se de que os momentos que você passa com sua família e amigos nunca mais irão se repetir. A vida não tem um botão de pausa e reproduz. A troca do real pelo virtual não é nada inteligente.

Não leve seu aparelho eletrônico para cama. Se precisar usar o despertador, desligue todas as notificações das redes sociais.

Não tenha vergonha. Fale com alguém de confiança sobre seu vício, talvez um amigo, um familiar. Se mesmo assim não funcionar, procure um psicólogo, eles estão cada vez mais preparados para isso.

Não desista! As redes sociais estão aí pra ajudar e acrescentar, se for para atrapalhar, algo está errado. A chave é: equilíbrio!

Você já passou por algo semelhante ou conhece alguém que já passou ou está passando? Fale pra nós. Vamos gostar de saber sua opinião.

Até mais.

Veja também os seguintes artigos:

Que cuidados ter ao comprar pela internet?

Como se diz “diversão” em inglês?

PET em inglês, o que significa?

Gato, felino, bichano…

Categorias
Empregos

Oportunidade de emprego, trabalho e negócio online

Utilizando a internet, hoje é possível encontrar diversas oportunidades de emprego, trabalho e de negócio online. Com isso, é possível ter muito mais facilidade no momento de enviar o seu currículo para empresas que estão contratando profissionais com o seu perfil ou publicar vagas da sua empresa para encontrar candidatos, assim como é possível encontrar na rede excelentes oportunidades de negócios nas mais diversas áreas e setores.

Tudo depende do objetivo que você tem em mente, pois oportunidades, na internet, pode-se dizer que, não faltam. Por isso mesmo, elaboramos esse post com todas as principais dicas e informações sobre oportunidades de emprego, trabalho e negócios. Quer saber tudo sobre esse tema? Então, veja abaixo as informações que temos para você! Acompanhe:

Oportunidade de emprego

Para encontrar diversas oportunidades de emprego na internet, você pode contar com serviços de agências de emprego online, sites que publicam vagas de emprego ou se candidatar diretamente pelo site da empresa na qual você deseja trabalhar, na seção “Trabalhe Conosco“, que geralmente fica localizada no rodapé de sites institucionais.

Veja abaixo alguns sites nos quais você pode encontrar oportunidades de emprego:

– Site Nacional de Empregos (SINE): www.sine.com.br
– Vagas.com: www.vagas.com.br
– Empregos: www.empregos.com.br
– Curriculum: www.curriculum.com.br
– Catho: www.catho.com.br

Oportunidade de trabalho

São diversas oportunidades de trabalho online, já que é possível oferecer, praticamente, todos os tipos de serviços através da internet. Você pode tanto buscar por oportunidades de trabalho em parceria com outras empresas ou profissionais através de buscadores de emprego (citados no tópico acima), quanto oportunidades de trabalho online, nas quais você trabalha como home office (designers, redatores, infoprodutores, analistas de sistemas, publicitários, marketing).

Veja abaixo algumas empresas que buscam por afiliados na internet:

– UOL Afiliados: afiliados.uol.com.br
– Submarino: afiliados-01.submarino.com.br
– Mercado Livre: pmsapp.mercadolivre.com.br/jm/pms
– iTunes (Apple): www.apple.com/pt/itunes/affiliates/

Oportunidade de negócios

Além de poder encontrar excelentes oportunidades de emprego e de trabalho na internet, a rede também é uma excelente ferramenta em relação a oportunidades de negócios. Através de redes sociais como Facebook e LinkedIn, você pode encontrar diversas oportunidades para explorar, além de a internet ser o berço de diversos tipos de novos negócios, como lojas virtuais, escolas de ensino à distância e prestadoras de serviços online.

As empresas de franquia também estão presentes na internet e, dessa forma, você pode contar com milhares de oportunidades de negócio para encontrar o que melhor se encaixa ao seu perfil. São franquias que podem ser abertas com investimentos a partir de R$ 3 mil até os valores mais altos.

Veja tudo sobre oportunidades de novos negócios e franquias no site da Associação Brasileira de Franchising (ABF), disponível através do link: http://www.portaldofranchising.com.br/

Ou seja, são todas as oportunidades de emprego, trabalho e negócio que você precisa ao alcance de poucos cliques. Veja agora mesmo qual delas pode ser a melhor para o seu futuro!

Categorias
Empregos

Estratégias para conseguir emprego mais rápido

Estratégias para conseguir emprego mais rápido, os pós e contras da internet, onde você está errando na hora de buscar novo emprego, veja as estratégias

Prós e contras da tecnologia na busca de emprego

A internet é sem dúvida a tecnologia mais utilizada na hora de buscar um novo emprego, essa tecnologia pode facilitar ou mesmo dificultar, uma vez que nem todos os recrutadores a utilizam para recrutar profissionais, mais todos a utilizam para buscar informações pessoais e profissionais de um candidato a vaga de emprego, portanto, você pode estar perdendo oportunidades de trabalho por alguma postagem, fotos, ou informações suas na internet sem que você tome conhecimento.

 

Cuidado ao curtir no facebook, você pode estar sendo enganado

Existem sites de venda de curtidas no facebook que chegam a oferecem pacotes de 10 mil curtidas em apenas 3 dias, isso só é possível porque muitos criam perfis falsos e usam postagens aparentemente inofensivas do tipo “Quem é contra o racismo curte!” ou “Quem gosta de brigadeiro curte!” por trás dessas postagens pode estar um perfil ou página de conteúdo negativo, como violência, sexo, drogas, jogos de azar, entre outros… Isso acontece sem que você perceba.

 

Muitos recrutadores dão preferência a indicações em vez de utilizar a internet

A maioria das pessoas imaginam que para conseguir um novo emprego basta simplesmente  passar horas na internet buscando vagas e enviando o currículo. Essa ideia de que a tecnologia facilitou na busca de emprego e controvérsia, se por um lado facilitou o acesso aos anúncios de oportunidades profissionais, por outro tornou o trabalho dos recrutadores mais complexo. Afinal, ao anunciar uma vaga de trabalho na internet, em instantes, milhares de currículos são recebidos, o que torna impossível ler e analisar as informações de todos os currículos, por isso muitos recrutadores preferem anunciar a vaga de emprego na própria empresa ou mesmo buscar indicações de funcionários.

 

Abaixo você encontra uma lista com estratégias para conseguir emprego mais rápido.

 

1º Passo crie uma lista de empresas dos sonhos

Faça uma lista com as empresas em que deseja trabalhar, procure-as no Linkedln e procure empresas relacionadas e parecidas com elas.

 

2º Passo entre em contato

Veja se você tem algum amigo ou ex colega de trabalho ou faculdade (pode ser também de MBA, mestrado, doutorado, etc) que esteja trabalhando ou prestando serviço para algumas dessas empresas e entre em contato com eles.

 

3º Passo investir em atividades que deem retorno.

Melhorar o teu currículo é fundamental, se queres ser contratado no atual mercado de trabalho. Deves manter-te atualizado com todas as novidades da tua área de atuação. Aproveita o tempo sem trabalhar para praticar as novas técnicas do mercado, investe em novos cursos e em reciclagens para que sejas um profissional mais preparado nas entrevistas.

 

4º Passo Mantenha o foco e a perseverança

De repente, a demora na resposta possa ser somente pelo fato de haver muitos candidatos. Mas pode também ser que o selecionador esteja esperando um empenho do candidato. Para isso, mande e-mails ou telefone após cada fase de entrevista para saber se passou para o outro estágio. Peça a gentileza de avisarem mesmo que você não tenha passado; alguns empregadores entendem isso como interesse profissional e isso também facilitará muito na hora de partir para outras entrevistas. Caso não tenha sido chamado para uma vaga, tente outras com entusiasmo e foco, sem perder a energia.

 

5º Passo espalhe para amigos e conhecidos

Construa um networking bem feito, deixando amigos e colegas de antigos trabalhos conscientes de seu desemprego. Fica mais fácil encontrar vagas quando muitos outros ajudam a procurar ou indiquem você em suas respectivas empresas.

 

5º Passo reserve orçamento para os custos

Não se esqueça de guardar um dinheiro para passagens, lanches, xerox e outras despesas na procura de emprego. A pior coisa é ter que tomar conduções ou mesmo pagar gasolina e não ter o suficiente para investir.